Sem idéias na cabeça de mais posts,vou falar da história de uma equipe que começou no meio do pelotão,viveu dois anos azuis até ela acabar como uma das maiores decepções da temporada de 2009 e ser vendida para Peter Sauber,estou faando da BMW Sauber F1 Team.

                                               

                                    Logotipo da BMW Sauber F1 Team

A BMW era uma parceira da Williams,até que em 2005,após uma tentativa de comprar a Williams(que foi obviamente fracassada),a BMW se divorciou da equipe de Frank Williams e Patrick Head,e acabou por comprar a equipe Sauber,e foi criada a BMW Sauber.

Jacques Villeneuve 2005 Canada.jpg

Jacques Villeneuve no Sauber C24 usado pela Sauber em 2005

Villeneuve cheste 2006-02.jpg

Jacques Villeneuve pilotando o BMW F1.06 usado pela BMW Sauber em 2006

Na primeira temporada,a equipe contrata Nick Heidfeld vindo da Williams(olha a Williams de novo) e Jacques Villeneuve(vale lembrar que ele não foi unanimidade da equipe na hora da contratação),Villeneuve já estava na Sauber antes da equipe suíça ser comprada pela BMW.Na primeira etapa,Heidfeld termina em décimo segundo 1 volta atrás e Villeneuve abandona com problemas no motor;ao longo da temporada de 2006,a equipe vai pontuando em várias etapas,a maioria deles foi feita por Heidfeld e Villeneuve abandona a equipe na Alemanha após mais um acidente,quem entra no lugar do canadense é Robert Kubica,que logo na sua primeira etapa termina nos pontos,mas é desclassificado pois o carro dele estava 2kg abaixo do peso permitido pelo regulamento,nessa corrida a equipé consegue seu primeiro pódio conquistado por Nick Heidfeld que chegou em terceiro;o segundo pódio vem na Itália com Kubica chegando em terceiro,ao final da temporada a equipe termina o campeonato em quinto com 36 pontos,nada mal para uma estreante,vale lembrar que a equipe conseguiu terminar a frente da concorrente Williams que terminou o campeonato em oitavo com 11 pontos.

Ficheiro:Thanks Michael 2006 Brazil.jpg

Robert Kubica em Interlagos com frase no carro “Thanks Michael” homenageando Michael Schumacher que tinha anunciado a aposentadoria depois do GP do Brasil,depois Schumacher voltou em 2010 pela Mercedes

Na temporada de 2007,a dupla de pilotos é mantida,na primeira etapa,Heidfeld conseguiu um quarto lugar e Kubica abandonou com problemas na caixa de velocidades,a equipe foi a grande surpresa da temporada,terminando em segundo devido a desclassificação da McLaren com 101 pontos,com 2 pódios,os dois de Heidfeld com um segundo no Canadá e um terceiro na Hungria,no Canadá,Kubica deu um susto em todos após forte acidente que o deixou com ferimentos leves,mas que não deixaram participar da etapa seguinte,Sebastian Vettel entrou no seu lugar e surpreendeu a todos ao largar em sétimo e terminar em oitavo.

Foto: Ag.

Capacete de Kubica após o acidente forte no Canadá

Nick Heidfeld 2007 Britain.jpg

Nick Heidfeld no BMW F1.07,belo capacete do alemão

Vettel em Indianapolis,outro capacete belo,azul e prata

Na temporada de 2008,a BMW vinha como a terceira força da temporada e isso se confirmou com o terceiro lugar conquistado no campeonato com 135 pontos,Heidfeld conseguiu 4 pódios sendo todos foram segundos lugares e o Kubica conseguiu 7 pódios sendo 3 terceiros lugares,3 segundos lugares e a primeira vitória dele e da equipe no Canadá(que coincidencia),o F1.08 se demonstrou muito confiável com apenas 2 abandonos na temporada,ambos foram do polonês Robert Kubica.

Heidfeld Canada 2008.jpg

Nick Heidfeld pilotando o BMW F1.08 no Canadá(esse nome está sendo escrito muito nesse post)

Na temporada de 2009,a equipe era tida como uma das favoritas pois imagina,o carro já era bom mais com o KERS ia ser melhor ainda,mas foi exatamente o contrário,na primeira etapa,Kubica ia conseguindo um segundo lugar,mas acabou batendo no ex-companheiro de equipe dele,Sebastian Vettel,Heidfeld terminou em décimo;na segunda etapa,Heidfeld conseguiu terminar em segundo,mas conseguiu apenas metade dos pontos pois a prova não conseguiu completar 75% da prova,depois disso a equipe não conseguiu render como nas temporadas de 2007 e 2008,na metade da temporada,Heidfeld conseguiu apenas 6 pontos e Kubica conseguiu apenas 2 pontos,por conta desses resultados,a equipe decidiu se retirar da F1 após a etapa de Abu Dhabi,depois dessa decisão a equipe começou a engrenar com Kubica conseguindo um segundo lugar no Brasil,no final foram 36 pontos e um sexto lugar coroaram uma equipe que teve uma ascensão,um auge e uma decadência.

Robert Kubica pilotando o BMW F1.09

Anúncios