Na F1 de antigamente,vários doidos queriam entrar na F1,entre elas estava a marca de carros francesa Bugatti que queria correr o GP da França de 1956 que seria realizado no circuito de Reims para poder ensaiar uma volta ao automobilismo depois de 2 anos fora do mundo das corridas,que bela chance seria o GP da França daquele ano pensaram o pessoal da Bugatti e então foram se inscrever para correr.O piloto francês “sortudo” seria Maurice Trintignant que tinha fama de pilotar em qualquer lugar.O carro era o Bugatti 251 F1GP,carro de desenho revolucionário projetado pelo renomado engenheiro italiano Gioacchino Colombo.

Bugatti 251 F1 GP (1956)

O revolucionário Bugatti 251 F1GP de número 28 que iria ser pilotado pelo Maurice Trintignant

E o pessoal da Bugatti foi para o GP da França de 1956.Trintignant iria largar em décimo oitavo,mas apesar do carro revolucionário,Trintignant abandona na décima oitava volta por causa do acelerador(era o que tinha informado o site Corrida de Formula 1),que bela volta ao automobilismo.O vencedor daquela prova foi Peter Collins da equipe Ferrari.Depois disso,a Bugatti nunca mais tentou participar de um GP de Formula 1,Trintignant assinou contrato em 1958 para correr na equipe de Rob Walker.

E essa foi a historinha da aventura da lendária marca francesa de carros que fez o carro esportivo mais rápido do mundo(o Bugatti Veyron) na Formula 1.No seu único GP de Formula 1,o piloto contratado Maurice Trintignant abandonou por conta dos aceleradores.

O carro da Bugatti já prontinho para correr no circuito de Reims

Logotipo da francesa Bugatti

Anúncios