Jaime Alguersuari. Um nome tão badalado pelos meados de 2009. Continuou sendo uma aposta para 2010. Não se deu bem em 2009 e em 2010. Em 2011, melhorou bastante com um carro que voava em retas, mas não era a mesma coisa em curvas. Mas não era o suficiente. Como disse Niki Lauda há alguns dias:

“Ele não tinha capacidade de substituir Webber ou Vettel, o que é o objetivo da Red Bull e da própria Toro Rosso”

Alguersuari foi chutado da Toro Rosso para dar lugar a Jean-Eric Vergne. Foi cotado a ser piloto da HRT, mas ele mesmo falou:

“Ir para a HRT, seria um retrocesso para a minha carreira”

Williams poderia ser uma possibilidade, mas não há chance nenhuma para que Alguersuari fosse para a Willians. Uma concorrência com B.Senna, Barrichello e Sutil, as chances são mínimas. Eliminemos a Williams e HRT, tem a Caterham e a Marussia.

Williams: sem chance

Caterham: outra chance nula. Há a possibilidade de Trulli não continuar na Caterham e há gente de olho na vaga do pescarense. Marussia: poderia entrar no lugar do Glock, mas seria a mesma coisa da HRT. Seria um retrocesso ainda maior para a carreira de Alguersuari. Mas e a Red Bull, Alguersuari negou seguir o mesmo caminho de Buemi de ser piloto reserva da Red Bull. Mas Alguersuari deve seguir o mesmo caminho de Buemi só que diferente.

Caterham: também não

Marussia: hummmm, não

Dizem na blogosfera que Alguersuari estaria conversando e tomando um cafézinho com as equipes Mercedes e McLaren para ser piloto de teste. Deve ser uma péssima escolha. Ele vai passar o ano parado e só deve correr na pré-temporada ou no desafio das estrelas de kart. Aonda que na McLaren ou Mercedes vão tirar um Schumacher, Button ou Hamilton para botar um DJ espanhol que poderia ser galã de novela das 7. E a antiga dupla da STR vai ficar de mãos abanando assim como foram outros vários test-drivers da Red Bull.

Anúncios