MDGPAustralia

Os Los MiniDrivers representando o resultado do GP da Austrália

CORRIDA: Na largada, Hamilton vacila e Button aproveita para fazer a ultrapassagem e assumir a primeira posição. As Ferraris largam bem com Alonso aparecendo em oitavo e Massa em décimo ao final da primeira volta. Grosjean larga mal e cai para sexto. Bruno Senna é tocado por Daniel Ricciardo na curva 1 logo após a largada e fica com um pneu furado. Webber quase se dá mal ao ser tocado por Nico Hulkenberg na largada.

Grosjean que tinha largado mal, estava perdendo posições e após disputa com Maldonado, eles se tocam e Grosjean acaba com uma suspensão detonada e abandona. Vettel avançava. Ele passou Rosberg e disputou a terceira posição com Michael Schumacher. Ao invés de vermos uma disputa incrível entre o campeão do passado e atual campeão, Schumacher escapa na curva 1 e abandona por causa de quê… deixa eu procurar aqui… cadê? … achei! Schumacher abandonou com problemas no câmbio.

E Nicolas Hulkenberg abandonou aparentemente por causa do toque com Webber na largada. Felipe Massa havia largado bem, mas sofreu com os pneus traseiros e teve de parar cedo. Todos vão parar, menos Sérgio Perez que insistia em ficar ali na frente perturbando os líderes. Vettel tenta se aproximar de Hamilton que sofria com problemas nos pneus da Pirelli.

No meio da corrida, Raikkonen e Kobayashi tentavam fazer a ultrapassagem sobre Massa. O brasileiro foi ultrapassado facilmente. Button continuava na liderança sozinho e já abria 10 segundos para Hamilton. Na volta 39, Vitaly Petrov cruzava a reta principal, quando um problema mecânico atinge o nosso herói e ele fica no meio da pista. Safety-car na pista.

Melhor para Vettel que não havia feito sua segunda parada e ficou em segundo. Para prevenir tartarugas no meio das lebres, os comissários deixam Heikki “Angry Birds” Kovalainen, Charles Pic e Timo Glock recuperar uma volta e voltar lá pra trás.

Bandeira verde. Button some na frente novamente, Hamilton tenta fazer a ultrapassagem sobre Vettel que se defende bem. Logo depois da bandeira verde, Heikki “Angry Birds” Kovalainen abandona por motivos que desconheço. Hamilton continuava tentando chegar em Vettel. Hamilton estava sendo seguido de perto por Mark Webber que até então, não havia aparecido na corrida.

Daniel Ricciardo pressiona Felipe Massa que estava tentando fazer uma corrida de recuperação. Bruno Senna seguia os dois de perto. Ricciardo tenta a ultrapassagem na curva 3. Os dois se tocam. Senna tenta a ultrapassagem. Bruno passa Ricciardo. Fica lado a lado com Felipe Massa. E se tocam na curva 4. Andam juntinhos e grudadinhos por alguns metros. Massa abandona e uma volta depois, Bruno Senna abandona.

Mas o que empolgava a corrida era a disputa Maldonado-Alonso pela quinta posição. Ironicamente, os companheiros dos dois eram brasileiros, e numa disputa de posições, eles abandonaram ao se tocarem.

Maldonado deixa para dar sua investida na última volta. Ousado, esse Maldonado. Maldonado sai de traseira na curva 8 e bate no muro de porteção. Dá um leve vôo, mas tudo fica bem. Maldonado sai do carro com cara de poucos amigos. Ele devia ter feito a ultrapassagem antes.

Sem saber do que acontecia atrás, Jenson Button cruza em primeiro seguido por Seb Vettel, Lewis Hamilton, Mark Webber e Fernando Alonso.

Mas o destaque do final da prova ficou pela apertada chegada envolvendo Kamui Kobayashi, Sergio Perez, Daniel Ricciardo, Paul di Resta e Jean-Éric Vergne. Kobayashi conseguiu duas ultrapassagens na última volta e fugiu da disputa no meio da última volta. Rosberg acaba perdendo a chance de pontos ao ter um dos pneus estourados ao passar pelos detritos do acidente de Maldonado.

Vegne acaba perdendo duas posições para Ricciardo e di Resta. Ricciardo que estava em décimo segundo conseguiu se aproximar do pelotão e passou Vergne e di Resta na última volta. E deu a sorte de Rosberg ter o pneu estourado e perder várias posições. Sergio Perez segurou bravamente Ricciardo na última reta, assim como di Resta segurou de forma heróica a última investida de Jean-Éric Vergne.

Raikkonen chegou em sétimo, mas foi atrapalhado por um retardatário e perdeu a sexta posição para Kobayashi na última volta. Das nanicas, apenas a Marussia terminou a corrida e ainda com seus dois pilotos inteiros. A Caterham abandonou com seus dois pilotos, ambos com problemas mecânicos. E a HRT sequer se classificou para a corrida. De La Rosa e Karthikeyan tomaram dois segundos de Charles Pic, o último a se classificar.

Destaque positivo da corrida: Pastor Maldonado, por ter levado sua Williams paupérrima para a Q3 da classificação. E ter brigado com os pilotos das equipes maiores o tempo todo. Brigou com Fernando Alonso pelo final da corrida todo, mas botou tudo a perder após um erro na curva 8 e abandonar na última volta.

Destaque negativo da corrida: Felipe Massa e Bruno Senna, o primeiro começou bem a corrida, fazendo uma boa largada. Mas depois, perdeu todas as disputas por posições em que participou. Depois abandonou, num toque com o segundo.. O segundo foi tocado logo na largada por Daniel Ricciardo. Teve de fazer parada na primeira volta, e se deu mal por causa disso. Tentou se recuperar, mas se tocou com Massa, foi parar na caixa de brita, foi para os boxes, e na volta seguinte foi direto para os boxes abandonar.

CLASSIFICAÇÃO FINAL DA CORRIDA:

Posição Piloto Pais Equipe Pontos
Jenson Button Inglaterra McLaren 25
Sebastian Vettel Alemanha Red Bull Racing 18
Lewis Hamilton Inglaterra McLaren 15
Mark Webber Austrália Red Bull Racing 12
Fernando Alonso Espanha Ferrari 10
Kamui Kobayashi Japão Sauber 8
Kimi Raikkonen Finlândia Lotus 6
Sergio Pérez México Sauber 4
Daniel Ricciardo Austrália Toro Rosso 2
10º Paul di Resta Escócia Force India 1
11º Jean-Éric Vergne França Toro Rosso 0
12º Nico Rosberg Alemanha Mercedes 0
13º Pastor Maldonado Venezuela Williams 0
14º Timo Glock Alemanha Marussia 0
15º Charles Pic França Marussia 0
16º Bruno Senna Brasil Williams 0
RET Felipe Massa Brasil Ferrari 0
RET Heikki Kovalainen Finlândia Caterham 0
RET Vitaly Petrov Rússia Caterham 0
RET Michael Schumacher Alemanha Mercedes 0
RET Romain Grosjean França Lotus 0
RET Nico Hulkenberg Alemanha Force India 0
DNQ Narain Karthikeyan Índia HRT None
DNQ Pedro de la Rosa Espanha HRT None

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO:

PILOTOS:

País Piloto Pos. Pontos
Inglaterra Jenson Button 25
Alemanha Sebastian Vettel 18
Inglaterra Lewis Hamilton 15
Austrália Mark Webber 12
Espanha Fernando Alonso 10
Japão Kamui Kobayashi 8
Finlândia Kimi Raikkonen 6
México Sergio Pérez 4
Austrália Daniel Ricciardo 2
Escócia Paul di Resta 10º 1
Alemanha Nico Hulkenberg 11º 0
Brasil Bruno Senna 12º 0
França Romain Grosjean 13º 0
Brasil Felipe Massa 14º 0
Alemanha Michael Schumacher 15º 0
Rússia Vitaly Petrov 16º 0
França Charles Pic 17º 0
Finlândia Heikki Kovalainen 18º 0
França Jean-Éric Vergne 19º 0
Alemanha Timo Glock 20º 0
Alemanha Nico Rosberg 21º 0
Venezuela Pastor Maldonado 22º 0
Espanha Pedro de la Rosa 23º None
Índia Narain Karthikeyan 24º None

EQUIPES:

País Equipe Pos. Pontos
Inglaterra McLaren 40
Áustria Red Bull Racing 30
Suíça Sauber 12
Itália Ferrari 10
Inglaterra Lotus 6
Itália Toro Rosso 2
Índia Force India 1
Inglaterra Williams 0
Alemanha Mercedes 0
Rússia Marussia 10º 0
Malásia Caterham 11º 0
Espanha HRT 12º None

 

Jenson Button assumiu a ponta logo na largada

 

Bruno Senna foi tocado na largada por Daniel Ricciardo

 

Michael Schumacher foi para grama e teve de abandonar logo no começo. Bom para o Vettel

Toque de Massa e B.Senna na curva 4. Ambos abandonaram. Bom para Ricciardo

Onboard de Maldonado logo após o acidente na última volta. Bom para Alonso

 

Jenson Button comemorando sua primeira vitória em 2012, diante dos ornitorrincos ali atrás

Depois da corrida, ele beijou sua namorada, Jessica Michibata 

Para finalizar, assim como ontem, uma foto engraçada, torcedores vestidos de Lego dançando no gramado de Albert Park.
Anúncios