You are currently browsing the tag archive for the ‘arrows’ tag.

Veja fotos de carros de F1 patrocinados por marcas de cervejas:

Belle-Vue na March em 77

Löwenbräu na numa McLaren em 78

Michelob no carro de Keke Rosberg em 79

Skol e Pilsen na Fittipaldi-Copersucar

Warsteirner na ARROWS

Guiness no carro de Derek Daly em 1981

Labbats na Williams em 1990

Kronenbourg na Larrousse em 1994

Tourtel na Larrousse em 1994

Bitborger na Benetton em 1995

Kaiser na Forti Corse em 1995

Veltins na Williams em 1999

Beck’s na Jaguar Racing

Budweiser na Williams em 2004 e 2006

Kingfisher na Force India

Red Bull na Red Bull Racing e na Scuderia Toro Rosso

Dessa vocês já sabiam de longe.

Itaipava e TNT na Brawn GP no Brasil em 2009

Valeu!

Anúncios

Coulthard ia largar na frente naquele dia 26 de maio de 2001,mas um problema na hora que ele ia sair para a volta de apresentação jogou a corrida toda no lixo.Ele voltou lá atrás.Na posição de numero 18,atrás das ARROWS de Bernoldi e Verstappen.Coulthard se livrou fácil de Verstappen,mas ainda faltava Bernoldi.Mal sabia ele que uma simples ultrapassagem sobre um carro inferior ia ser mais difícil do que ele imaginava.Passaram-se várias voltas e Coulthard ainda não tinha passado Bernoldi.Ele tentava na Mirabeau,mas era fechado pelo brasileiro.Bernoldi foi inteligente e se aproveitou do traçado travado de Montecarlo para segurar Coulthard por várias voltas.

E veja a dificuldade da ultrapassagem,Coulthard só foi passar Bernoldi depois que o brasileiro foi fazer sua parada nos boxes.Por conta disso,Coulthard terminou em quinto(o que era um mal resultado prum carro daquele naquela época) e 1 volta atrás.

Bernoldi não chegou a terminar a corrida. Porém, o paddock viu um misto de admiração e ódio pela atitude dele. Tom Walkinshaw, dono da Arrows, foi o primeiro a parabenizá-lo pelo feito. Por outro lado, Ron Dennis, dono da McLaren, ameaçou Bernoldi e até mesmo a continuidade de sua carreira na Fórmula 1. Nem foi necessário: apesar do seu talento, a Arrows foi a única equipe de Enrique na Fórmula 1.

No total de voltas,Bernoldi segurou Coulthard por longuíssissimas 35 voltas.CARA…..!!!!!!

Me desculpe se não aparece a ultrapassagem do Coulthard no Bernoldi 😀

 
New category,revivendo as últimas temporadas desde 2006.

A temporada de 2006 foi marcada por mudanças e novidades, e uma dessas era a equipe estreante Super Aguri. Fundada e liderada pelo ex-piloto Aguri Suzuki, o time japonês era pequeno, o suficiente para não completar seu próprio primeiro carro para a temporada. Mas havia uma solução. Suzuki comprou o que sobrara da extinta equipe Arrows, e usou o carro A23 como base, em uma versão modificada para seu carro de 2006.

Na realidade, era de fato o mesmo Arrows A23, o carro que estreou a tecnologia da suspensão dianteira twin keel, porém com devidas mudanças na aerodinâmica para se adequar as regras da temporada de 2006 e também quanto a questão dos motores, que eram os V8, e não os V10 originalmente usados no A23. As mudanças para a temporada de 2006 também estavam presentes no SA05. O motor Honda era no geral um bom motor, porém a Honda ainda teve que lidar com problemas de confiabilidade ao longo da primeira metade do campeonato.

As laterais do bólido sofreram mudanças, pois eram menores e também mais eficientes, porém este e outros updates não foram suficientes para fazer o SA05 um carro tão veloz como seus rivais, e o bólido amargava as últimas posições dos grids, assim como na maioria das corridas.

                                                                            SA06

Entretanto, o time nipônico e estreante conseguiu se firmar e aumentar seu staff, sempre contando com suporte da Honda,e estava preparando um novo carro, o SA06, para ser estreado no GP da Alemanha. O “novo” SA06, nada mais era que o mesmo SA05 baseado no Arrows A23, porém com mais alterações aerodinâmicas, principalmente localizadas na traseira do carro. Porém havia algumas coisas que não mudaram, como a suspensão twin keel, que permaneceu intocada. O SA06 vinha também com uma nova caixa de marchas, melhorada para se obter um melhor desempenho. Vale notar também uma mudança na pintura com a estreia do novo SA06, onde agora o vermelho ocupava mais espaço no carro.

Com todos os updates do SA06, a Super Aguri até que melhorou seu desempenho no geral, mas o time de Aguri Suzuki não conseguiu muito além do que as mesma últimas posições nas corridas, e assim o time terminou sua primeira temporada na F1, com um carro fraco, assim como sua estrutura, e com a esperança de um futuro melhor, tendo como seu melhor resultado um 10° lugar obtido pelo pirncipal piloto, o japonês Takuma Sato.

Um fato interessante sobre o carro, foi que durante o GP de San Marino, o estreante Yuji Ide conseguiu realizar a grande façanha de capotar a Midland de Christijan Albers. O novato não andava tão rapidamente como seu companheiro de equipe, e após o incidente citado, perdeu sua Super Licença, e logo foi substituído pelo francês Franck Montagny, este, que logo também perdera seu lugar mais tarde para o nipônico Sakon Yamamoto.

 
 

Acidente de Ide com Albers:

Dados:
 
Equipe: Super Aguri
 
Designers: Mark Preston, Mike Coughlan
———————-
Dados técnicos:
 
Chassis: Monocoque moldado em fibra de carbono
 
Suspensão: Independente, operado por sistema push rod, barras de torção, amortecedores e barra estabilizadora mecânica (suspensões dianteira e traseira)
 
Motor: Honda RA806-E, V8, 2.4 litros, aspirado naturalmente, montado longitudinalmente, 90° de inclinação, 95 kg de peso, limitado a 19.000 RPM, 4 válvulas por cilindro, mais de 700 hp de potência
 
Transmissão: Arrows, 7 velocidades e uma marcha reversa (marcha ré), montada longitudinalmente, semi automática, sequencial (SA05)
 
Super Aguri, 7 velocidades e uma marcha reversa (marcha ré), eletro hidráulica, caixa de marchas feita de alumínio, sequencial, semi automática  (SA06)
 
Pneus: Bridgestone, com rodas BBS
 
Combustível: Elf
 
Entre eixos: 3100 mm
 
Largura total: 4666
 
Altura total: 950 mm
 
Largura total: 1800 mm
 
Peso: 600 kg, incluindo piloto e fluídos
—————————————
Pilotos:
22 Takuma Sato

23 Yuji Ide

23 Franck Montagny (substituindo Ide após o GP de San Marino)

23 Sakon Yamamoto (substituindo Montagny após o GP da França)
———————————————————————-
Pontos: 0

Corridas: 11 (SA05), 7 (SA06)

Vitórias: 0

Poles: 0

Voltas mais rápidas: 0

Posição no Mundial de Construtores: Posição 11

SA05 ONBOARD

SA06 ONBOARD

Tuíter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Calendário

dezembro 2018
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 19 outros seguidores

Anúncios