You are currently browsing the tag archive for the ‘f1 2013’ tag.

E os novos F1 já começam a serem lançados. Hoje a Lotus que chegou a passar por maus bocados durante o final de 2012 apresentou o novo Lotus E21 que Kimi Raikkonen e Romain Grosjean pilotarão em 2013. Na verdade, eu nem sabia que ele ia ser lançado hoje. Mas logo começaram a surgir fotos do novo Lotus E21 e a hashtag da foto #ImSexyAndIKonwIt começou a vagar pela internet.

A Lotus apresentou via YouTube o novo Lotus E21, que devo dizer, não mostrou muita coisa. O carro parece mais uma evolução do E20. O escapamento mudou para ficar mais parecido com o Red Bull de 2012. Para a tristeza dos fãs de F1, o bico de ornitorrinco continuou, só que de maneira mais suavizada.

Os layouts da suspensão foram modificados para dar mais latitude aerodinâmica e o bico é uma evolução dos bicos anteriores. Lembrando que esse novo bico pode não ser o NOVO bico. Ano passado, ele mostraram uma espécie de bico “falso” na apresentação e o verdadeiro foi mostrado nos testes de Jerez de la Frontera, assim como outras partes do carro.

A entrada de ar do santantônio também foi refeita e lembrou a entrada de ar do Renault de 2009.

A pintura decepcionou. O clássico preto e dourado continuaram, mas um vermelho enjoativo que lembra vômito ou merda apareceu com mais força dessa vez no santantônio e nas entradas de ar laterais graças ao patrocínio da Coca-Cola que estampa o logotipo da Burn na asa dianteira e nos sidepods. A pintura chegou a lembrar e muito o Lola que a Rebellion Racing que é patrocinada pela Lotus no WEC, usou em 2012.

Essa pintura não chega a lembrar…

…esse aqui?

A apresentação via YouTube também foi quase que um fracasso. Com milhares de fãs da Lotus na F1, apenas 12 mil pessoas no mundo todo viram o E21 dar as caras. Devo dizer, não perderam muita coisa.

Daqui a 3 dias teremos o novo McLaren MP4-28. Veremos se elem terão alguma coisa a mostrar do que o “mais do mesmo” que mostraram ano passado.

Anúncios

E a temporada 2012 de F1 já terminou. Agora só teremos os monopostos mais rápidos do mundo no dia 17 de março. Quase todas as vagas nas equipes estão completas. Tem uma vaga na Lotus, uma na Force India, uma na Caterham, uma na Marussia e outras duas na HRT, que nínguem sabe se vai continuar na F1. Os pilotos que estão na briga são muitos. Vou apresentar quais são os pilotos que ainda brigam pelas vagas de 2013.

Romain Grosjean

Romain Grosjean foi, ao lado de Maldonado, um dos grandes barbeiros desse ano na F1. Começou bem o ano, mas depois começou a fazer uma das suas. Destaque para o strike dele em Spa levando junto Fernando Alonso, Lewis Hamilton e Sergio Perez. Ainda não foi confirmado na Lotus, mas tem grandes chances de ficar na equipe. Mas ele não tem muito dinheiro e isso pode lhe tirar a vaga na F1 em 2013.

Heikki Kovalainen

Heikki Kovalainen não mostrou o mesmo brilhantismo que o marcou em 2011 esse ano. Fez boas corridas como em Monte Carlo. Mas ele leva muito dinheiro e mesmo assim, já está praticamente fora da Caterham. Ele está de olho na vaga na Lotus. Tem mais dinheiro que Grosjean e isso pode lhe garantir uma vaga em 2013. Como está apostando todas as suas fichas na Lotus, se ele não conseguir essa vaga, ele está praticamente fora da F1 em 2013.

Bruno Senna

Bruno Senna, mais uma vez não conseguiu mostrar todos o seu talento esse ano. Foi constantemente superado por Pastor Maldonado, apesar de ter ido mais vezes ao Top 10. Apesar de ter muito dinheiro, não conseguiu ficar na Williams pois Valtteri Bottas é apadrinhado por um dos donos da Williams, Toto Wolff. Está lutando pela vaga na Force India, e se não der certo ele também está conversando com a Caterham pela vaga de segundo piloto da equipe malaia.

Adrian Sutil

O piloto alemão pode estar voltando. Depois de uma temporada nos tribunais. Ele é um dos favoritos à vaga na Force India por já conhecer o pessoal de lá desde os tempos da MidLand, e os engenheiros já conhecem o seu estilo de pilotagem e sua maneira de trabalhar. Não creio que ele voltará a F1 em 2013. Apesar de ser um do melhores pilotos da F1, acho que ele não terá uma vaga no ano que vem na F1.

Jaime Alguersuari

O DJ galã da F1 passou um ano fora da F1 e atuando como comentarista da F1 no Sky Sports depois de ter sido chutado da Toro Rosso. Mas ele pode estar voltando. De uns meses pra cá, vários sites e jornais vem dando como certa a contratação de Jaime Alguersuari pela Force India. Mas nem Jaime, nem a Force India confirmaram a contratação. Seria um nome bom para o ano que vem, mas a concorrência é forte.

Kamui Kobayashi

Kamui Kobayashi foi dispensado da Sauber por simplesmente não ter nenhum patrocinador relevante. Depois de ser trocado pelo rico Esteban Gutiérrez, Kamui criou um site (www.kamui-support.com) para arrecadar dinheiro para poder continuar na F1 em 2013. Vai ter de conseguir bastante dinheiro para tentar ao menos a vaga na Force India ou na Caterham. Tem bastante talento e se conseguir dinheiro, é um nome certo para o grid ano que vem.

Jules Bianchi

Jules Bianchi está brigando de novo pela vaga na Force India. Fez boa temporada na World Series by Renault, onde não foi campeão por pouco. Foi piloto de teste pela mesma Force India esse ano. Tem o forte apoio da Ferrari que também tem estreitas relações com a Force India. Se não conseguir essa vaga, vai ter de amargar as categorias de base de novo.

Luiz Razia

Depois de vários anos, finalmente Luiz Razia desencantou na GP2. Não foi campeão por azar em Monza. Mas provou que tem talento e está fazendo de tudo para ir para a F1 ano que vem pela Force India. Tem dinheiro e já fez testes pela equipe indiana e andou bem. Se não der certo na Force India, ele tem ótimos contatos na Caterham e na Marussia e pode se dar bem com isso. Torço para que ele consiga uma vaga ano que vem.

Vitaly Petrov

Vitaly Petrov começou o ano ofuscado por um companheiro de equipe que vinha de um ótimo ano de 2011. Mas Petrov conseguiu ser melhor que Kovalainen na maioria das corridas. Tanto que foi ele que salvou a Caterham de ficar atrás da Marussia no campeonato. Ainda não foi confirmado na Caterham para o ano que vem, mas é favorito por ter muito dinheiro e isso pode lhe garantir na equipe malaia ano que vem.

Giedo van der Garde

Novamente, Giedo van der Garde está na briga por uma vaga na F1. Fez mais do mesmo na GP2. Apesar disso está na luta pela vaga na Caterham. Correu na mesma Caterham na GP2 e superou de forma até fácil o seu companheiro de equipe, Rodolfo González, e tem muito dinheiro da McGregor. E a Caterham está precisando de dinheiro ultimamente. E isso pode lhe garantir finalmente uma vaga na F1.

Davide Valsecchi

Davide Valsecchi teve o ano dos sonhos em 2012. Conseguiu ser campeão da GP2 pela primeira vez em anos na mesma categoria. E ser campeão da GP2 é o mesmo que correr na F1 no ano seguinte. Para falar a verdade, Valsecchi até está conversando com a Caterham e a Marussia, mas está difícil. Valsecchi não tem um patrocinador forte e com muito dinheiro e pode repetir o feito de Giorgio Pantano que  foi campeão da GP2, mas não conseguiu uma vaga na F1 no ano seguinte.

Rubens Barrichello

Barrichello fez um bom ano na F-Indy onde foi o melhor rookie. Mas na última semana, surgiram rumores de que Rubens Barrichello estaria negociando com a Caterham pela vaga de segundo piloto. Barrichello negou. Mas lembrando que ele já tinha o interesse na F1 quando se interessou em substituir Romain Grosjean na Lotus em Monza, o que não se realizou. Não acho que Barrichello vá conseguir uma vaga para a F1 ano que vem. Se conseguir, vai ser uma grande surpresa.

Max Chilton

Max Chilton é um dos mais favoritos na vaga na Marussia. Chilton fez uma boa temporada pela Marussia Carlin na GP2 com vitórias, inclusive. Tem o gordo patrocínio da AON e deve ser anunciado na equipe russa em questão de tempo. Além do mais, não é muito grande o número de interessados na vaga de segundo piloto de Timo Glock na Marussia.

Pedro de la Rosa

Pedro de la Rosa tem contrato com a HRT para o ano que vem. Mas depois do anúncio da Thesan Capital que vai vender o time, a HRT pode ou não mudar de mãos, o que pode tirar Pedro de la Rosa da F1 em 2013. Mas ele tem experiência e pode comandar o novo time da HRT ano que vem, apesar de não ter dinheiro algum para ajudar o time.

Narain Karthikeyan

Narain Karthikeyan fez um péssimo ano de 2012. Constantemente na última posição, só correu esta temporada por causa do patrocínio da Tata Motors. Com a venda da HRT, Karthikeyan pode usar o patrocínio da Tata para garantir sua vaga na nova HRT com ajuda financeira ao novo time. Mas Karthikeyan, já falou que está estudando se mudar para a F-Indy.

Ma QingHua

Ma QingHua foi piloto de testes da equipe espanhola e não foi muito bem, andando sempre à dois segundos atrás de Pedro de la Rosa. Mas QingHua tem muito dinheiro. E com a venda da HRT, um grupo chinês se interessou em comprar a HRT. O que pode beneficiar o piloto chinês. E Bernie Ecclestone pode ajudar também, pois a China é um mercado importante para F1 por motivos comerciais.

Dani Clos

Dani Clos é outro que está correndo por fora pela vaga na nova HRT. Esteve por toda a temporada sendo cotado como substituto de Narain Karthikeyan no final do ano. Com a HRT à venda, a vaga ficou difícil. Mas ele tem dinheiro e pode comprar a vaga de piloto da nova HRT. Mas lembrando que HRT está à venda até o dia 2 dezembro. Se nínguem a comprar, a HRT dará adeus a F1.

Às vésperas de Spa-Francorchamps, sem tv a cabo, vendo as propostas de Luiz Navarro para prefeito e voltando aos poucos à vida escrava interneteira. Uma notícia aparece na telinha (colaboração de Leandro Verde e de Américo Teixeira Junior) de 14 polegadas do meu notebook sem ponto de interrogação. Uma fonte com estreitas relações com a FIA e a Ferrari, surpreendeu ao dizer que Felipe Massa iria permanecer na Ferrari em 2013.

Buemba! como diria alguém. Por que motivos (ou diabos, escolham a expressão que combina mais) os ferraristas iriam querer que Felipe continuasse na Ferrari em 2013, mesmo com sua má fase, o infame décimo quarto no campeonato e a Autosprint pegando no pé colocando Sergio Perez e Heikki Kovalainen no emprego do são paulino?

Simples. A Ferrari sabe que o carro não é bom e que Fernando Alonso é mágico. Se conseguirem repetir um carro ao menos tão bom quanto o F10 de 2010, em 2013, Alonso poderá andar bem mais que esse ano, e Felipe também poderá voltar a brigar por pódios ou até mesmo por vitórias.

Além do mais, Felipe Massa e Fernando Alonso são grandes amigos. E Alonso tem grande influência na Ferrari. Uma frase basta. O presidente da Ferrari, Luca Di Montezemolo já declarou que quer que Massa permaneça na equipe.

Por que mostrei uma foto de dois anos atrás para ilustrar algo atual? Nada. Só queria lembrar da última vez em que Felipe liderou o campeonato. A propósito, foi em Sepang, 2010. Quando Alonso abandonou a duas voltas do final e deu a liderança para o brasileiro.

Mas como já disse, se não der para que Felipe continuar na Ferrari, temos bons substitutos. Bruno Senna está ganhando pontos com as equipes grandes. E Felipe Nasr e Luiz Razia tem grandes chances de irem para a F1 daqui a um ou dois anos. Nasr tem bastante telento e Razia tem grandes chances de ser campeão na GP2. Não esqueçamos do Victor Guerin que está fazendo boas provas na GP2, mas ainda é muito novo e precisa de experiência.

Luiz Razia e Felipe Nasr podem ser a esperança do Brasil na F1. Não liguem para o Davide Valsecchi

A propósito, me desculpem por quase um mês fora de contato. Problemas e problemas pessoais. E também estava com preguiça de postar alguma coisa aqui. Me desculpem. Não me abandonem.

Hoje, a Autosprint, uma revista italiana que adora colocar outras pesssoas no lugar de Felipe Massa em 2013, falou que a Ferrari havia deixado expirar na quinta-feira uma opção no atual contrato, que poderia fazer com que Felipe renovasse com os italianos por mais um ano.

E como fazem normalmente ao falar de Felipe, buscaram um possível substituto para Felipe. Falaram em Jenson Button, Nico Hulkenberg e até mesmo Heikki Kovalainen! Mas será mesmo? Felipe Massa vem de alguns resultados bons como em Silverstone onde quase conseguiu um pódio. Eu sei. Foi há umas duas ou três semanas. Em Hockenheim, vinha para outro bom resultado, mas o além não permitiu.

Ainda mais porque percebe-se que houve uma boa melhora desde o começo do ano. Dele e do carro. Hoje nos treinos de sexta em Hungaroring, Massa foi o sétimo, atrás 6 décimos de Alonso. No segundo treino livre, ele foi o quarto, logo a frente de Alonso. No começo do ano, era algo impensável Massa estar a menos de um segundo de Alonso.

Mas como os brasileiros são um povo que vive metendo pressão nos esportistas, isso não significa nada. Para a maioria, o que importa é que ele esteja brigando pelo topo. Onde você procurar sobre Felipe Massa, você vai ver algo como “Massa está pressionado” ou “Bruno está pressionado”. São uns idiotas.

Bruno Senna também andou bem hoje

O outro brasileiro na F1, Bruno Senna, também é apontado como fora da Williams em 2013. Com Valtteri Bottas andando bem nos treinos de sexta aonde atua, surgiram boatos de que Bottas fosse o segundo piloto da equipe de Grove em 2013. Tudo por causa que Christian “Toto” Wolff entrou na equipe como diretor-executivo da equipe. Toto teria uma simpatia por Bottas, e como o segundo mais poderoso na Williams, poderia muito bem mandar um dos pilotos atuais para a rua.

Pastor Maldonado tem MUITO dinheiro, anda rápido principalmente em circuitos de rua, mas bate muito. O venezuelano não chega nos dez primeiros na maioria das vezes, mas quando chega, ele sempre anda lá na frente. Bruno Senna tem dinheiro, é rápido principalmente na chuva, mas tem um pouco de azar. Chega na maioria das vezes entre os dez primeiros, mas sempre está brigando por um sétimo ou um oitavo.

Maldonado tem mais pontos, mas só pontuou em duas ocasiões e só tem mais pontos por causa de sua vitória em Barcelona. E Rafael já não marca pontos faz cinco finais de semana. Já Bruno Senna pontuou em cinco ocasiões, e poderia ter pontuado em mais corridas se não fosse o destino. Tem como melhor posição em Sepang na chuva, um sexto. E também tem um sétimo na China.

Se Felipe e Bruno não continuarem em 2013, alguém poderá representar o Brasil em 2013? Mas é claro que sim. Temos 3 brasileiros na GP2 em 2012.

Felipe Nasr tem talento. Tem três pódios esse ano em Sepang, Silverstone e Hockenheim. Mas ainda é um novato e inexperiente. Precisa de ao menos mais um ano na GP2 para sonhar com a F1. E precisará mostrar todo o seu talento o resto desse ano e ano que vem. Seria algo muito, muito surpreendente se alguma equipe da F1 o contratasse para ser um segundo piloto em 2013.

Victor Guerin saiu do kart faz uns 4 anos e é muito novo e ainda terá que fazer 1 ou 2 anos na GP2 para ter alguma chance de F1, apesar de estar mostrando boas passagens pela fraca Ocean Racing, demonstrando ser um bom piloto na chuva.

Mas o cara que tem mais chances de ir à F1 em 2013 é Luiz Razia. Razia já tem 4 vitórias na GP2 e nunca esteve em tão boa fase na GP2. É o líder do campeonato com 10 pontos de diferença para o segundo colocado, Davide Valsecchi. Se conseguir ser campeão da GP2, já tem 1 pé e meio na F1. Já que Bernie Ecclestone quase que obriga ter o campeão da GP2 na F1 no ano seguinte. Ele quase que obrigou a Toro Rosso ter uma vaga para Giorgio Pantano em 2009.

Mas se Razia for para uma equipe pequena, se não fizer milagre, praticamente tem sua carreira quase que acabada. Já que não poderá mostrar seu talento numa HRT ou numa Marussia. E poderá sofrer a mesma coisa que os brasileiros sofreram entre os anos de 1995 até 1999. Um desprezo por parte dos brasileiros que torcem para time que tá ganhando e mandam se lixar os times que vivem perdendo tanto quanto os New York Mets ou o Íbis de Pernambuco.

Se Massa e Senna continuam na F1, nínguem sabe. Se Razia poderá representar o Brasil em 2013, nínguem sabe também. O que podemos fazer é esperar o tempo passar e ver o que acontece.

O GP da França está voltando a F1. Mas tomara que não volte em Magny-Cours

Já estavam falando e cochichando desde o ano passado. Que o GP da França poderia estar voltando a F1 em 2013. Hoje foi confirmado que o GP da França iria voltar ano que vem. Só não se onde o GP da França vai voltar. O chato disso é que o GP da França poderá revezar ano por ano com o GP belga de Spa. E lá se ia uma das poucas pistas legais que permanecem no calendário de F1. Voltando ao assunto do GP da França, como a única pista legal da França que era Rouen-Les-Essarts já nem existe mais. Que pista iria receber a F1 de Vettel, Alonso, Bernie, Newey, Kimi, Pirelli, picolés, dinheiro e coisa e tal?

O circuito de Nevers Magny-Cours. Qualquer um menos ela

Na prática, a FIA tem 3 opções. A primeira delas é Magny-Cours. Magny-Cours recebeu a F1 de 1991 até 2008. Magny-Cours é uma pista que conta com retas de tamanho considerável, mas todas as suas curvas são lentas e travadas e geralmente as corridas por lá eram chatas.

Ironicamente, os franceses e brasileiros nunca se davam bem em Magny-Cours. O único francês a ganhar uma corrida em Nevers foi Alain Prost em 1993 com a Williams. E o Brasil só levou uma corrida em Nevers com Felipe Massa após vencer magistralmente com a Ferrari em 2008. Nínguem gosta de Magny-Cours. Por ser travada e não proporcionar uma corrida que preste. Por conta disso e da Crise Econômica de 2008, o GP da França em Magny-Cours foi cancelado, apesar de já estar inserido no calendáro da F1 em 2009.

E Nevers Magny-Cours voltou a receber corridas de categorias menores como a fracassada Superleague Formula. O problema de Magny-Cours receber a F1 de novo é que nós, os telespectadores, veriam corridas com poucas ultrapassagens e a corrida seria chata e previsível. Ou seja, o problema é no marketing e da pista receber corridas tão legais quanto as de Barcelona.

O retão de Paul Ricard. Desfigurado com um monte de chicanes

A segunda opção é Paul Ricard. Paul Ricard recebeu a F1 em 1971, 1973, 1975, 1976, 1978, 1980, 1982, 1983, 1985 até 1990. É um dos circuitos mais tradicionais da França. Recebia corridas bem legais nos tempos em que recebeu a F1. Mas o circuito era bem conhecido pela grande retão que media incríveis 1,8 kms e que era chamado de Mistral.

Mas o circuito era mal conhecido pela falta de treinamento dos “laranjinhas” que agiam na pista. Elio de Angelis morreu num teste pela Brabham após os laranjinhas despreparados não o ajudarem a tempo de savá-lo. Por esse motivo, Magny-Cours entrou no lugar da pista de Le Castellet.

Hoje a pista é bem diferente da antiga que recebeu a F1. Praticamente, não existem mais aquelas áreas de escape feitas de brita. As áreas de escape são de asfalto pintado de azul, amarelo e vermelho. O circuito também recebeu bastantes modificações no traçado. Vários traçados alternativos foram colocados ao longo da pista. A mudança de traçado que mais me chateou foi a implantação de um monte de chicanes no meio do retão Mistral.

E essas chicanes seriam provavelmente colocados no traçado de Paul Ricard se o circuito recebesse a F1. Sem a Mistral, parte da graça ia embora. Que bom que não botaram chicanes no retão de Fuji.

Sochi e New Jersey, os próximos circuitos tilkeanos na F1. Os circuitos tilkeanos podem ser uma opção para o GP da França de 2013

A terceira e última opção seria criar um novo circuito tilkeano. Sochi na Rússia e New Jersey nos EUA serão os próximos circuitos tilkeanos da F1. Criar um circuito concebido de um projeto de Hermann Tilke poderia ser uma opção. Seria só escolher um terreno grande o suficiente para abrigar um circuito de 4 a 5 km e chique. O problema dessa opção é que poderia não haver tempo para construir o circuito até a parte européia do calendário de F1.

Uma maneira para reverter o problema do tempo seria Tilke criar um circuito nas ruas de algum lugar legal da França como Lyon ou Paris. Seria uma maneira de conseguir mais fãs franceses de F1 e seria bom para o marketing e para os bolsos de Bernie Ecclestone. O problema poderia ser se o circuito não puder favorecer muito as ultrapassagens (como em Marina Bay) e receber corridas chatas e monótonas (como em Valência) .

Bom, seja a corrida sendo realizada em Magny-Cours, Paul Ricard ou em um novo circuito tilkeano permanente ou de rua. Tomara que não haja esse revezamento com Spa. Tirem Valência ao invés de Spa e eu me animarei.

Tuíter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Calendário

setembro 2017
D S T Q Q S S
« maio    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 18 outros seguidores